novelasco escreve para você

minha poesia

Textos


MINHA ALMA E O VENTO

O vento assobia na quina da casa
A melancolia invade minha alma
Saudade do que, me pergunto
Do passado que há muito matei
Do futuro que ainda não sei
Ou do hoje que só eu me sinto!
O vento continua a gemer
Minha alma cansada e triste
Vendo o vento batendo na quina
Seus olhos se perde no tempo
Sua boca suspira num gemido
E adormece sozinha...

 
novelasco
Enviado por novelasco em 14/03/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras